Governo uruguaio mantém fronteiras fechadas e aumenta testes nas principais cidades

Uruguai mantém fronteiras fechadas

O presidente do Uruguai, Lacalle Pou, anunciou na quarta-feira (6) à noite, novas medidas para enfrentar a covid-19. O Uruguai mantém fronteiras fechadas por mais 20 dias, assim como as regulamentações relativas a aglomerações. Espetáculos artísticos serão retomados com lotação mínima, e esportes, sem público. Além disso, o Uruguai flexibilizar a a abertura de bares e restaurantes até às 2h. O presidente disse ainda que vai ampliar o número de testes em Montevidéu, Canelones e Rivera.

O Uruguai continuará com as fronteiras fechadas por mais 20 dias, mas em 10 dias deverá fazer uma avaliação nova da situação.

Em relação à retomada de espetáculos públicos, com lotação mínima, e esportes, sem público,  o presidente informou que haverá cotrole rigoroso por parte das autoridades.

O presidente garantiu que, embora o descumprimento das medidas de saúde no ambiente de trabalho tenha diminuído, ele continuará sendo controlado.

Aumento de casos reflete festejos do fim do ano

O número de casos ativos no Uruguai nesta quarta-feira – 6.287 casos – já reflete os feriados de Natal e Ano Novo, disse o presidente. Ele reforçou a constatação de que quase todas as infecções são intrafamiliares. Esse é o principal motivo de ter tomado a decisão de “abrir um pouco a porta” para o setor de turismo. “Temos que dar um incentivo, porque aí tem controle, o relaxamento está lá fora, no clandestino. E aí vamos intensificar os controles ”, disse.

Lacalle Pou lembrou que ao longo do curso da pandemia, a saúde, a economia e o social foram sempre avaliados. “Agora vamos dar uma folga ao turismo, com segurança e com protocolos”, disse.

Por último, assegurou que, no que diz respeito à estratégia aplicada para conter a pandemia, “estamos com a guarda levantada, o sucesso ou o fracasso não é do governo, é conduta dos uruguaios”.

Por sua vez, Salinas garantiu que há mais casos positivos porque foram alcançados casos assintomáticos. Da mesma forma, ele rejeitou que o número de testes tenha diminuído, mas muito pelo contrário. “Tínhamos um aquário e agora estamos pescando mais nele”, disse.

Visite o site da presidência do Uruguai.

Leia também: Museu Belas Artes de Buenos Aires volta a fecharhttp://nuestraamerica.com.br/museu-belas-artes-de-buenos-aires-volta-a-fechar/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *